“Bem-aventurados os mansos, porque eles herdarão a terra e as promessas de Deus” Mt. 5:5.

Um dos maiores exemplos de mansidão são os cavalos no campo de batalha, que se comportam com extrema mansidão e tranqüilidade em situações totalmente adversas e perigosas.
O cavalo apesar de sua força não age com violência na adversidade, pelo contrario os cavalos se submetem a um comportamento extremo de mansidão e domínio próprio. A mansidão se manifesta no meio da guerra.
A mansidão se manifesta nos momentos de profunda contrariedade nas adversidades. Controlando as palavras que saem da nossa boca. Resumindo mansidão é agir na contramão da carne não dando lugar a ira. Por isso Jesus disse: “os mansos herdarão a terra”, ou seja, os mansos herdarão as promessas de Deus.

Ser manso é:
– Ficar calado quando temos motivos o suficiente para falar ate cansar.
– Falar baixo quando temos motivos pra gritar.
– Não reclamar quando temos motivos para reclamar.
– Não “chutar o balde” quando temos motivo de sobra para chutá-lo.

Se conseguirmos ser mansos através do poder do Espírito Santo nesses momentos de adversidades certamente herdaremos as promessas de Deus aqui na terra.

Pr. Jerônimo Onofre da Silveira