Pelos trabalhos de excelência em seus diversos mandatos como deputado federal e pelo seu trabalho na Igreja do Evangelho Quadrangular, o Pastor Mario de Oliveira foi homenageado em uma solenidade realizada em Brasília em prol da entrega da Medalha de Mérito Legislativo. A premiação foi criada no ano de 1983, e é uma forma de homenagear personalidades, brasileiras ou estrangeiras, que realizaram ou realizam serviço de relevância para a sociedade. Este ano a cerimônia de entrega da Medalha Mérito Legislativo foi realizada no dia 26 de novembro, no Salão Negro do Congresso Nacional. Essa honraria é concedida pela Câmara dos Deputados.

Mario de Oliveira nasceu na cidade de Júlio Mesquita, no interior de São Paulo. Tendo iniciado seu ministério de pregação da palavra de Deus em diversas cidades do interior de São Paulo sendo ainda muito jovem. Em 1967, fundou a primeira Igreja do Evangelho Quadrangular em Uruguaiana e a segunda em Pelotas, ambas no do Rio Grande do Sul. Por volta de 1970, Mario começou um trabalho missionário nas cidades de Juiz de Fora e Belo Horizonte, onde viria a fixar residência e cidade onde muitas igrejas foram fundadas.

Sendo Deputado Federal por cinco mandatos consecutivos pelo Estado de Minas Gerais, o Pastor atuou e defendeu a elaboração e a aprovação de leis que promovessem solidariedade entre os povos, paz entre irmãos de diferentes regiões e dignidade dos cidadãos. Lutou pela família e pelos direitos dos cidadãos, sendo referência também na área politica, não se curvando as pressões que sempre lhe eram infringidas. Seus mandatos foram honrosos e de grande valor para sociedade como um todo.

O evento de premiação contou com a participação dos Deputados  Edmar Arruda e Jefferson Campos. O Deputado Federal e Pastor Stefano Aguiar também esteve presente na solenidade. O evento foi dirigido pelo presidente da Câmara dos deputados Henrique Eduardo Alves, que também foi homenageado. Dentre os homenageados estavam Joaquim Benedito Barbosa Gomes (Ex-Ministro do STF), o cantor e compositor Almir Sater, o ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab e Renata Campos, viúva do ex-governador de Pernambuco Eduardo Campos.