A carta aos Hebreus 10-25 diz: Não deixando a nossa congregação, como é costume de alguns, antes admoestando-nos uns aos outros; e tanto mais, quanto vedes que se vai aproximando aquele dia.

É possível ter uma vida espiritual produtiva sem que você faça parte de uma igreja local?

É possível estar em comunhão com Deus e viver longe da comunhão de uma igreja local?

É possível ser cristão fora da igreja?

Muita gente que diz que sim!

A pessoa assiste a um programa de televisão, ouve um programa de rádio, recebe uma oração, envia sua oferta para algum missionário ou pastor que está na televisão ou no rádio e diz que lê a bíblia em casa.

Mas a bíblia – e o que importa é o que ela diz e não o que pensamos – diz que não, não é possível alguém se dizer cristão sem fazer parte da comunhão de uma igreja. A igreja local é o plano de Deus.

Quando alguém se torna um discípulo de Jesus de verdade, ele passa por uma regeneração espiritual e é inserido na Igreja. Ele passa a fazer parte da Comunhão dos Santos. Dessa forma todo discípulo é membro do Corpo de Cristo, ramo da Videira verdadeira, ovelha do Bom Pastor, integrante da família de Deus.

Você que é um servo do Senhor, que aceitou a Jesus e tem Deus na sua vida como seu Senhor e Salvador deve reconhecer a importância da igreja local. Ela foi criada por Deus para o nosso bem, ela é edificada por Cristo e é o instrumento que Deus usa para realizar o seu plano principal no mundo que é alcançar o perdido.

Por isso, é impossível ser de Cristo sem fazer parte da igreja. E não importa a religião, se você é um discípulo de Jesus, você faz parte da Igreja de Deus. Você deve amar a igreja e deve viver comprometido com o crescimento dessa igreja.

De que igreja você é? Quem é o seu pastor? Onde você devolve o seu dízimo? Onde você consagra a sua oferta? Aonde você vai toda semana para ser alimentado e viver em comunhão com os irmãos?

Sem isso não há cristianismo.

Pr. Leandro Genaro